Parte inferior da trincheira da Jurumirim será entregue dia 28; parte de cima terá mais 60 dias de obra

As obras de reconstrução da parte inferior e das laterais da trincheira Jurumirim, na Avenida Miguel Sutil, em Cuiabá, têm novo prazo para entrega devido um atraso de 10 a 15 dias provocado por problemas encontrados com infiltração e drenagem. Segundo o secretário de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira (Padeiro), no dia 28 de janeiro o Estado libera o trânsito na parte de baixo. Depois começarão as obras nas laterais, nas juntas de dilatação que estão todas comprometidas, que precisarão de mais 60 dias. 

O novo prazo já foi informado para a Prefeitura de Cuiabá, que oficializou à pasta estadual pedindo o prazo final para entrega da obra. “O estado não foi notificado. A secretaria de Obras e Mobilidade da Prefeitura de Cuiabá mandou oficio para que a Sinfra mandasse o prazo de entrega. Tínhamos que começar mais cedo. Mas começamos em junho”, explicou Padeiro.

“Ai em outubro começou a chuva e começamos a trabalhar na infiltração e abrimos o pavimento e demos de cara com uma obra de muito mal gosto. Tudo que fizeram de drenagem, foi perdido. São problemas de obra. Estamos com 15 dias de atraso. Dia 28 entregaremos a parte de baixo, conforme ofício enviado para a prefeitura. Depois disso começamos a parte de cima”, completou o secretário.

Padeiro ainda explicou que quando a parte de cima começar a ter obra, não serão as duas de uma só vez. Serão 60 dias de trabalho, sendo um lado por vez, para não prejudicar ainda mais o trânsito.

“As juntas de dilatação da parte de cima estão todas elas comprometidas e isso abala a estrutura da parede armada da trincheira. A parte de baixo resolvido, iluminada e com drenagem, vamos mexer na parte de cima. Mas não interditando os dois lados. Primeiro um lado e depois outro. Serão mais 60 dias de obra”, frisou.