Márcia alerta que Virgínia usa projetos sociais para politicagem em Cuiabá

A primeira-dama de Cuiabá e esposa do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), Marcia Pinheiro, não deixou barato as críticas da primeira-dama de Mato Grosso, Virginia Mendes, que neste sábado (17) fez diversos apontamentos contra a administração do emedebista através no Instagram. Virginia chegou a chamar o chefe do Executivo Municipal de “mentiroso” ao comentar sobre defasagem do “Projeto Siminina” na atual gestão. 

Ao mesmo tempo e também nas redes sociais, Márcia rebateu dizendo que a esposa do governador Mauro Mendes (DEM) tenta utilizar o projeto para fins politiqueiros. Segundo ela, quando Mendes deixou o Palácio Alencastro haviam apenas 700 crianças sendo atendidas, diferente de hoje, onde o projeto beneficia 1,5 mil meninas. 

“Me entristece muito que no Mês das Crianças, as pessoas usem delas para ganhar vantagem política, ainda mais quando os fatos não traduzem a verdade. Nós recebemos o Programa Siminina com 700 crianças e hoje atendemos em torno de 1.500 meninas em 20 unidades, três a mais em relação a gestão anterior. Inclusive com 1 unidade MODELO no bairro Pascoal Ramos que, somente ela, atenderá 160 meninas de mais de sete bairros adjacentes”, disparou.  

Márcia seguiu dizendo que a Prefeitura de Cuiabá mudou o conceito de atendimento do projeto social com nova roupagem. A primeira-dama garantiu ainda que foi o maior conjunto de ações da história do programa, que hoje oferece atividades como fanfarra, música, artesanato, plantio de hortifrúti, inglês básico, teatro, informática, entre outras. 

“Nossa gestão mudou o conceito de atendimento do Siminina, implantamos uma nova roupagem para ele não ser apenas um local recreativo, como em outrora, onde os pais e responsáveis pudessem deixar suas filhas durante a jornada de trabalho”, complementou. 

No texto, Márcia ainda alfinetou o governador democrata que foi prefeito da capital até 2016. Ela afirmou que as unidades de atendimento do projeto foram deixadas sucateadas pela antiga administração.  

A primeira-dama ainda prometeu trazer imagens para comprovar as declarações. “Os avanços só não foram maiores porque recebemos da última administração as unidades em condições inadequadas para atender nossas meninas com dignidade. Durante a semana traremos imagens do ANTES e DEPOIS do estado físico das unidades que abrigavam as nossas cuiabanas”, pontuou. 

As trocas de farpas já demonstram o clima eleitoral que vem se desenhando em torno das eleições municipais. Isso porque em Cuiabá, Mendes apoia Roberto França (Patriota), que foi um dos idealizadores do Siminina na capital. 

Diante do debate, Márcia cobrou respeito e pediu para Virgínia e Mendes deixem os projetos sociais fora do campo político. “Encerro a minha resposta para inverdades, de coração aberto que deixemos a política para outro campo, sem envolver nossas meninas que merecem respeito, amor e atenção para crescerem grandes mulheres futuramente, e isso é a única preocupação da nossa gestão”, concluiu.