‘É o direito de filha e eu respeito’, diz Emanuel sobre rompimento com Janaina Riva

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) disse que entende a atitude da deputada estadual e correligionária Janaína Riva (MDB) em não apoiar a sua candidatura à reeleição e ter migrado para o palanque do adversário Roberto França (Patriota). De acordo com o chefe do Executivo, a parlamentar está exercendo o direito de filha, mas está sendo incoerente por sempre ter feito elogios a sua gestão.

“É o direito de filha, não é nem de deputada e eu respeito. Não concordo, tem muitas manifestações recentes dela elogiando a minha gestão. E eu prefiro a deputada Janaina dessas poucas semanas atrás”, disse o prefeito em coletiva de imprensa online realizada na tarde desta quinta-feira (15), pós-debate.

No último final de semana, a deputada estadual Janaína Riva oficializou o apoio a Roberto França e criticou Emanuel , dizendo que o ajudou em sua campanha passada e que nunca teve reciprocidade, além de respeito de sua parte.

“Eu acredito, e já ouvi essa frase várias vezes, que a política adora uma traição, mas ela abomina os traidores. E quando você tem um partido, você pensa em grupo, você tem que também trabalhar em grupo. Pensando em cada um que está perto de você. A primeira campanha do Emanuel eu calcei meu tênis e todos os arrastões, todas as reuniões por essa Cuiabá era eu e ele e Deus e a equipe que trabalhava junto. Não tinha mais nenhum político, não tinha vereador, não tinha ninguém para andar junto com a gente. Levando a bandeira do funcionalismo público, levando a bandeira do que nós defendíamos na Assembleia, trabalhando contra todo o governo. Eu lembro que da Assembleia Legislativa, dos 24 nós éramos em três, porque somava o Zeca Viana, o restante era todo mundo Wilson Santos. Uma campanha difícil. Que depois, na minha opinião, não houve reciprocidade, não houve respeito, e eu só dou respeito para quem me respeita também”, disparou.

A deputada ainda criticou o relacionamento de Emanuel com a Câmara de Vereadores, e afirmou que não há governabilidade na gestão de Pinheiro. “Infelizmente quatro secretários afastados por suspeitas de desvio de recurso público, você vê uma Prefeitura que não é para todos”, disse. “Cuiabá do jeito que está, não está governável. É por isso que eu quero pedir aqui também a vocês, nós precisamos pedir o voto e o apoio para Roberto França 51. Nós precisamos levar o nome do Roberto e levar o que ele já fez”, completou.

Amigos até pouco tempo, Janaina mudou de opinião após os desentendimentos de Emanuel com o seu pai, o ex-deputado estadual José Riva, que em delações firmadas recentemente com a Justiça, tem acusado o prefeito de ter cometido atos ilícitos enquanto era deputado.

Em entrevistas recentes, Emanuel se defendeu dizendo que o pai de Janaína é bandido e que está mentindo para se livrar dos problemas com a Justiça.