Medeiros rebate Zé do Pátio por crítica a Bolsonaro e diz que prefeito parece gato: “comendo e miando”

Em resposta ao prefeito de Rondonópolis (215 quilômetros de Cuiabá), José Carlos do Pátio (Solidariedade), que criticou o povo de Mato Grosso por não saber votar e eleger o presidente da República Jair Bolsonaro, o deputado federal José Medeiros (Podemos), rebateu dizendo que o gestor está parecendo gato: “comendo e miando”.

Na crítica, Pátio disse que um dos principais problemas de Rondonópolis é habitacional, que não recebe investimentos do Governo Federal. Vice-líder de Bolsonaro na Câmara, Medeiros rebateu e disse que a obra entregue recentemente por Pátio é de total responsabilidade da União.

“O Zé está parecendo gato: comendo e miando. Tem recebido dinheiro de emendas e só não recebe mais porque não faz os projetos”, assinalou, ao lembrar que os programas habitacionais na cidade só ocorrem por participação direta do Governo Federal.

Medeiros citou ainda que a União ainda tem ajudado o município em outras áreas. Na saúde, por exemplo, citou que tem enviado recursos para a Santa Casa. Na sequência, criticou Zé do Pátio por desfazer dos parlamentares que ajudam o município.

Entenda a briga

O prefeito José Carlos do Pátio elogiou as políticas aplicadas nos governos petistas e declarou que o povo do Centro-Oeste não sabe votar e por isso elegeu Jair Bolsonaro ao cargo de presidente da República.

Criticando a política habitacional do atual Governo, o prefeito afirmou que as coisas estavam muito melhores nos tempos em que Lula e Dilma Rousseff comandavam o país. Ele também enalteceu o povo nordestino por ter votado em massa no ex-ministro da Educação, Fernando Haddad (PT) na eleição de 2018.

Por conta disso, o vice-líder do governo e bolsonarista declarado, Medeiros saiu em defesa do presidente.

A briga já soa como uma adversidade política, tendo em vista que além de estar em lados opostos na eleição suplementar para Senado, que deve ocorrer em 26 de abril deste ano, Medeiros forma um grupo de oposição a Pátio para disputa da prefeitura de Rondonópolis, em outubro.